sábado, 8 de outubro de 2011

Metáfora.

E ela cansou dos seus "fantasmas". Cansou daqueles que a prendiam a solos indesejados e a forçavam a sentir dor, dor essa que se fundia com os seus desejos sádicos mais profundos e a afogavam como se de um precipício se tratasse. Cansou da agonia constante em que sobrevivia aos dias, que passavam, tudo menos serenos por si e que, de uma forma tudo menos gradual, a envelheciam e esgotavam.  Cansou da dependência exasperante e da companhia sobrevalorizada que lhe valeu, enaltecendo todos os seus conteúdos, os melhores, mas também os piores momentos da sua breve vida. 
E cansada, porém com um sorriso estampado nas sua face redonda, ela continuou a bater os saltos altos, pela avenida abaixo, sem sequer um relance do que teria deixado para trás, apesar das cinzas daquele fogo que ela tivera a coragem de extinguir permanecerem eternamente no seu coração.  Ela foi ao encontro Dele, o tal. Se ele virá ou não ao encontro dela, somente mais tarde o saberemos.

1 comentário:

  1. Anónimo10/08/2011

    Mariazinha... Força com isso... <3

    ResponderEliminar