quinta-feira, 30 de junho de 2011

Merci*

Nem sei que dizer... Obrigado menino! :)


E sendo assim....Cá vou eu para o exame de eco. com um sorrisão na cara! 8D
Anything for you my friend :D
<3

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Amour


Ela esperou e esperou. Junto da paragem, ignorando a chuva que insistia em cair. Misturavam-se os pingos grossos com as suas lágrimas salgadas. Ela sabia que ele não viria... Mas mesmo assim, ficou uma hora à espera que ele chegasse. Ficou duas, três, quatro... As pessoas viam-na, ao passarem, e paravam... Perguntavam se ela precisava de alguma coisa. Ela sorria: "Não, obrigado. Ele deve estar mesmo, mesmo a chegar". Mas ele tardava a chegar. E nunca chegou.
O rapaz por quem ela tanto deu de si, por quem ela tanto batalhou, nunca chegou. Tinha-se deitado nos lençóis, os que ela lhe oferecera pelos anos, com outra. Enquanto ela esperava por ele, horas a fio, ele traía sem ressentimentos, sem coração, sem nada...
Nunca gostou dela. Usou-a. E deitou fora.
Ela esperou e esperou. Mas ele nunca chegou...

Não existe um final feliz para mim hoje...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Versos soltos,

Já aprendi tanto com a vida,
Já fui ensinada das melhores,
e a das piores formas.
Já caí tantas, tantas vezes,
E já me voltei a levantar.
Ainda que devagarinho,
Às vezes com recaídas,
Mas consegui por-me de pé.
Já recuperei de algumas coisas,
Outras ficaram bem marcadas.
Já aguentei tanto de tantos
E já chorei tanto por tantas,
Já magoei e já fui magoada.
Já caí em cheio no chão,
Pois não tinha apoios,
Os suportes que eu tinha,
Não foram capazes de me amparar.
Já me ajudaram a voar,
E já me cortaram as asas.
Já tentei levantar voo,
E caí mesmo no fundo do poço.
Já fiz tanto na minha vida,
E tenho tanto para fazer.
Já agradei imenso,
E pouco me agradei a mim.
Já desiludi muito mesmo,
E ainda mais a mim própria.
Mas sabem qual o meu maior feito?
Deixei de tentar agradar aos demais,
E comecei a agradar-me só a mim!
Já construí um mundo,
E até um mundo só meu,
Já destruí muitos mundos,
Muitas vezes já destruíram o meu.
Já chorei.
Já gritei.
Já me vinguei.
Já fiquei mal e levantei.
Já ajudei e fui ajudada.
Já ajudei e não fui ajudada.
Hei-de ajudar e não querer ser ajudada.
Oh! Eu espero que sim!
Hei de viver por muitos anos,
E longos de felicidade.
Ou hei de morrer ainda nova,
Quem sabe afinal?
Quem programa a vida?
Quem comanda o destino?
Eu não sou!!
E tu? És? Não?
Então anda comigo,
Vem descobrir!

IMAGINARIUM

15 dias!

sábado, 4 de junho de 2011

quinta-feira, 2 de junho de 2011

IMAGINARIUM

-> 23 dias!

Superhero

I'm walking alone, out in the cold,
Hoping that someone can hear me.
I wait and wait for you to save me,
But no one will come. I'm worthless.
For people like me, its always winter,
Every day, every month, every year.
Every moment 'till the end of my life.
That's the result of the ice of my heart,
Wich kills the touch, the kiss, the love.
Kills everything and leaves nothing.
Just as said before. I'm worthless.
I'm even less than worthless. I'm nothing.
That's why i'm walking alone now. Get it?
I'm waiting for you, superhero, to rescue me.
Then i won't be alone. No. Not anymore.
Superhero, come to me.